Infinito



Ao amigo, grande poeta, grande pessoa



E da Tua poesia veio o silêncio...
E das tuas mãos nasceu o espaço em branco...
Da tua afetiva presença surgiu o imenso vazio...

Vida livre na Era de aquário
Assim te vejo, Coração intenso
Há braços* a te esperar...
Grandes pessoas não cabem neste mundo
Precisam sempre ir além...
Infinito


*"Há braços" , uma expressão do querido amigo, ao se despedir...

Um comentário:

António disse...

A poesia é o sonho do poeta!

Bjs!

Related Posts with Thumbnails