No Meio do Caminho


No espelho olho fixamente
A imagem do ontem
Tão longínqua, tão fascinante
Tão mais jovem do que eu
Correndo ligeira
Inalcançável...

No espelho olho fixamente
A imagem do amanhã
Tão longínqua, tão distante
Tão mais sábia do que eu
Se esconde por entre a lembranças
Correndo ligeira
Inatíngível...

Enquanto isto
No meio do caminho
Um eu do agora me espera
Olhando fixamente em meus olhos
Dentre tantas imagens no espelho
Tentando se encontrar mais uma vez
Incorrigível...


Poesia escrita sob a luz dos 40 anos

7 comentários:

Bruxinhachellot disse...

A imagem do ontem e do agora, uma é parte da outra. Única.
Bela poesia.

Beijos de Sol e de Lua.

Bruxinhachellot disse...

A imagem do ontem e do agora, uma é parte da outra. Única.
Bela poesia.

Beijos de Sol e de Lua.

Claudinha disse...

Olá Maria Regina! Também estou no meio do caminho... olhando no espelho meu ontem recheado de balas e cores infantis e com opensamento em um futuro que é sempre incerto e astuto...
Um beijo e obrigada pelo link! Será retribuído em breve! Beijo!

WILLIAM (Penso, Logo Escrevo...) disse...

Gostei do seu Blog.

É bom encontrar textos que nos dão o prazer de lê-los.
Continue escrevendo.
Abraços,

WILLIAM (Penso, Logo Escrevo...) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
WILLIAM (Penso, Logo Escrevo...) disse...

preciso pensar mais agora na vida depois que li seu texto...


Obrigado pelo seu comentário no meu Blog.
Volte sempre, será um prazer!

f.d.p. disse...

mt legal o blog
passarei aqui sempre
vamos nos linkar? :}

Related Posts with Thumbnails