Cheiro de Alecrim



Já sonhei várias vidas
Também vivi muitos sonhos
E com certeza concisa
Concluo que,
Como diz a bela música
"Viver é melhor que sonhar"

Nos sonhos, as árvores são azuis
E se misturam com o céu
Perto dos pássaros que dizem segredos
Longe das águas que não mostram imagens

E esse cheiro festivo do alecrim
Tira-me do adormecimento em que me encontro
As palavras se calam
Pois, a vida e o silêncio se confundem...

E , agora, já desperta
Onde os sonhos e a vida se fundem
Posso compreender melhor
O mistério contido em todo voar.

2 comentários:

Tauana disse...

Olá vim agradecer a visita e dizer que adoro poesias, poemas, versos, textos que nos transmitem algum tipo de lição.
Muito legal!
Bjos!!

Renato Hemesath disse...

Olá Maria Regina! como vai?
Estive ausente por um tempo do blog e agora pretendo retomá-lo. Vi que estás seguindo o Cine Freud e vim agradecer e também conhecer os teus escritos. :)

Obrigado pela visita e sinta-se sempre bem vinda.
Linda semana, abraços.

Related Posts with Thumbnails