A Pérola e o Oceano



Um colar de pérolas se desfez

Várias delas se espalharam

Sabendo, cada qual , o seu destino

Correndo apressadas para o fundo do oceano

Feito um labirinto percorrido e desvendado

Todo o mar, ansioso, as aguardava

Como amantes distantes que não se vêem

Apenas sonham um com o outro

E no reencontro tardio,

Soluçam felicidade...

3 comentários:

Fê Orlas disse...

Ma, queerida.. amanha (domingo)vou postar sua poesia. Demorei mas ela está linda e perfeita la no blog. Bjo grande pra vc!

jefhcardoso disse...

Cada um sempre sabe o seu lugar ideal, seja num pescoço ou num mar. Basta compreender-se e deixar-se ir. Abraço!

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Renato Hemesath disse...

Lindíssimo!!!

Como você mesma escreveu "um re-encontro tardio" mas não menos significativo. A vida se encarregou de conduzir cada uma de tais pérolas.

Tenha uma ótima semana,

Beijo

Related Posts with Thumbnails