Girassol


De repente gira sol
Gira mundo sem conter
Vira o rosto para a luz
Toda alegria perfura o tempo

Gira minha vida sem saber
Do infortúnio ou da felicidade
No espaço curto de poder
Controlar algum compasso

Gira em torno de mim
A margem de qualquer contratempo
Coragem que persegue até o fim
Em suas destemidas voltas

Rodopia em busca do ouro
Em linda dança dourada afora
Não deixe os sonhos partirem
Euforia desenvolta
Companheira do agora





2 comentários:

Erika disse...

eu simplismente AMO girassóis.

beijos querida.. ótimo final de semana


www.oncoto.erikamurari.com.br

Andrea Cristo disse...

Belissimo poema que expressa alegria de viver. Abraços.

Related Posts with Thumbnails