Esfinge


Decifra-me
Ou...
Me perco de vez
Por entre a fumaça do seu incenso...
Que de tão intenso
Como um jovem passado
É consumido em pouco tempo

Separa-se
Em divididas parte iguais
Para que nada de ti possa perder

Diga-me
Palavras sinceras de puro encanto
Compostas em suaves canções para entreter

Componha-se
De nuvens pálidas,
que lentamente se pôem a flutuar
Lisas, tênues e acolchoadas
Para que, em mistério delirante, possam me confortar

2 comentários:

Erika disse...

minhanossinhora, que belezura ficou as letrinhas com a figura.. linda.. linda...

beijos

O Profeta disse...

Nesta terra molhada
Perdeu-se um beijo na tua procura
Os lagos guardam os segredos do tempo
Lavam a inquietação da tua alma pura


Passei para me inebriar com os teus sentires…


Mágico beijo

Related Posts with Thumbnails