Conjugando Verbos


Hoje, pés fincados
Flutuando o passado me deixou
Passo
Bem passado
No presente que me acordou...

Corro junto ao vento
Nas esquinas da minha mão
Hoje
Bem sonhado
Vivo na contramão

Salto em correntezas
Salto alto
Salto agulha
Salto em disparada
Para o amanhã em fagulhas

Quando chego
Atrasada
Novamente me fugiu
O presente que era hoje
E o passado que me engoliu...

5 comentários:

Erika disse...

o tempo engole e é lascado.. aproveite-o mal.. e fique sem ele.

beijos e ótimo domingo

O Profeta disse...

Um poema tão cheio de sigelas humanidades...

Doce beijo

O Profeta disse...

Uma cartola de papel
Guarda o sortilégio, a emoção
Um passo de mágica ao acaso
Às vezes solta luz ao coração

Bom domingo

Mágico beijo

Carlos Edyl disse...

"Quanto mais acumulamos tempo, paradoxalmente menos tempo nos resta..."

LINDO.
Adocicadamente lindo seu blog, seus poemas e suas imagens...

Felicidades a você, Davi e a todos que queira bem.

Como diz o millôr;
ABRACADABRAÇO!!!

Com carinho,
Edyl
.

Carlos Edyl disse...

Adocicadamente lindo.
O blog, os poemas, as imagens.
Felicidades a você, Davi e a todos que queira bem.
Como diz Millôr,
ABRACADABRAÇO!!!

Com carinho,
Edyl
.

Related Posts with Thumbnails