Vinho Maturado



Como vinho maturando

Versos soltos ficam dentro de mim

Quietos e repousantes

Procurando um sentido,

Afinando o gosto,

Traduzindo o paladar...

Um comentário:

Wandecy disse...

Urubu destruidor


Derrubamos a montanha procurando a jóia rara,
Toda areia virou espelho pra mostrar a nossa cara,
Guardamos toda a floresta em frasquinhos de remédio,
Não veremos mais o solo, subiu junto com o prédio,
Extinguimos os leões, usamos todos no circo,
Comemos todos os bodes, logo, esse cheiro hirco,
Guardamos as bibliotecas em um pequeno disquete,
Gastamos toda a sapota no fabrico do chiclete,
Escondemos todo o ouro na boca dos milionários,
Usamos toda a madeira na fabricação de armários,
Destruímos todo o ferro confeccionando canhões,
Comemos enlatados as baleias e os tubarões,
Desperdiçamos as ações em discursos eloqüentes,
Acabamos os neurônios estudando a nossa mente,
Embalamos o laranjal em envelopes de pó,
Colhemos todo o algodão para fazer paletó,
Exaurimos todos os ratos realizando experiências,
Delinqüimos nossa ética em função da conveniência,
Assassinamos o futuro ao acreditar na profecia,
Deploramos o Criador, que se esgotou na teologia.

Wandecy Medeiros: Puezya

Related Posts with Thumbnails