Desafio


Chamada a desafiar seus medos
Dançou à beira do abismo...
Dormiu sobre os trilhos do trem...
Amou novamente...
Correu na contramão do seu destino
Aceitando a impontualidade de ser!
E após longa batalha,
Respirou a suave plenitude
E encheu-se da sublime alegria de viver!

2 comentários:

Fernanda Passos disse...

Aceitar a impontualidade do ser é uma das chaves para podermos deixar alguns momentos felizes nos contaminar. bjs.

Carlos Edyl disse...

Linda!!! poesia, imagem, signo, significante. Etecetera e tal! Obrigado Regina!

Related Posts with Thumbnails