Além das Montanhas


Para meu querido Flávio


Lado a lado,
em viagem sem volta,
encostei meu ombro no seu,
e subitamente uma ponte se criou.

Por lá passaram sentimentos e recordações,
Por lá atravessou toda a esperança de dias melhores.
Nasci amparada por montanhas,
e bem além delas, à minha espera, um universo a ser criado.

Da ponte criada, fez-se um mundo,
sensações e frutos,
um ser com olhos de mar, um mar coberto de azul.

Através da neblina,
além das montanhas,
encontrei o meu lugar.


Um comentário:

Flávio disse...

Regina, adorei a poesia que você me deu de presente. Nossa história escrita em algumas linhas de amor e paixão. Beijos do seu marido.

Related Posts with Thumbnails